Um Dia 5 Estrelas é uma comédia besteirol que flerta com o irreal

“Pobre de quem não sabe voar”, já diria a autora de novelas Glória Perez. Para curtir Um Dia 5 Estrelas, já deixo de antemão o aviso que você vai precisar saber voar. E longe. Porque o longa dirigido por Hsu Chien (Me Tira da Mira) não segue a lógica do funcionamento da sociedade.

Protagonizado por Pedro Paulo (Estevam Nabote), Um Dia 5 Estrelas conta uma história no clássico estilo besteirol. Nabote é um eterno desempregado que coloca seu Opala dos anos 80 na rua (conhecido como Mozão) e começa a trabalhar como motorista de aplicativo.

Mostrando como a vida de um motorista de aplicativo pode ser dinâmica, Pedro Paulo encontra muitos passageiros inusitados e, como não podia ser diferente, passa por situações praticamente imagináveis.

Estevam Nabote é Pedro Paulo em Um dia 5 estrelas
Estevam Nabote é Pedro Paulo em Um dia 5 estrelas

Mas é tudo tão irreal e flerta tanto com o besteirol que em um momento, a fórmula cansa. O escalonamento de problemas e as situações esdrúxulas geram incômodo, porque tudo é demais. Tudo é muito.

O elenco é formado por vários nomes da comédia além de Nabote. Nany People é o destaque como Dona Nilda, a mãe de Pedro Paulo (e seria a responsável por toda imaturidade do personagem? Em um certo momento, você também vai acreditar que sim). Aline Campos, Danielle Winnits e Marcos Bredas também fazem parte do elenco.

Um dia 5 Estrelas estreia dia 6 de julho nos cinemas e é uma aposta para quem gosta de filmes no estilo besteirol.

Veredito da Vigilia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *