“Retratos Fantasmas” e “Ângela” abrem o 51º Festival de Cinema de Gramado

Primeiro dia do Festival de Gramado teve documentário, curtas e filmes baseados em histórias reais

Gramado novamente se transformou na capital nacional do cinema. No sábado, dia 12 de agosto, foi realizada a abertura oficial do 51º Festival de Cinema de Gramado. Depois de uma solenidade realizada na Sociedade Recreio Gramadense, com participação da Ministra da Cultura, Margareth Menezes, os primeiros filmes foram projetados no Palácio dos Festivais, com destaques para Retratos Fantasmas de Kleber Mendonça Filho, que fez sua estreia nacional, fora de competição após passar pelo Festival de Cannes, e o primeiro longa brasileiro, “Ângela”, de Hugo Prata.

Logo na primeira hora da tarde, o Palácio recebeu os Curtas Gaúchos. Foram 12 projeções com realizadores do audiovisual gaúcho que concorrem ao Prêmio Assembleia Legislativa de Cinema – Mostra Gaúcha de Curtas. Entre as exibições, projetos que misturaram ficção, simplicidade, animação, esporte e documentários.

Retratos Fantasmas

Kleber Mendonça Filho
O diretor Kleber Mendonça Filho falou sobre o filme e seu amor ao cinema

Depois de passar pelo Festival de Gramado com Aquarius, O Som ao Redor e Bacurau, o diretor Kleber Mendonça Filho trouxe ao Palácio dos Festivais seu novo projeto “Retratos Fantasmas”. Com um documentário sobre a história do cinema, mais especificamente os cinemas de Recife, o longa arrancou aplausos do público com seu final surpreendente.

Primeiros curtas apontam força do audiovisual brasileiro

Como é tradição em Gramado, os curtas nacionais antecedem a Mostra dos Longas. E na primeira noite, o público pôde conferir um pouco da potência e diversidade de estilos dos diretores, roteiristas e atores. O primeiro exibido foi YÂMÍ YAH PÁ – Fim da Noite. O curta legendado (é todo falado em idioma indígena) é uma rara ficção usando uma índia real. Na história, ela tenta sobreviver em um futuro distópico após perder a filha e toda sua aldeia.

Em seguida, foi exibido “Deixa”. Com Zezé Motta e Dan Ferreira, a história mostra uma mulher que vive seus últimos dias de “liberdade” antes da volta do marido que está na prisão.

Ângela e uma voz que se calou

Encerrando a noite, foi exibido “Ângela”, o primeiro longa brasileiro da Mostra Competitiva. Dirigido por Hugo Prata (Elis), o longa conta a trágica história da socialite Ângela Diniz, assassinada por seu companheiro Raul Fernando do Amaral Street. Antes da exibição, Hugo Prata e a protagonista, a atriz Isis Valverde, agradeceram pela oportunidade. “Quero agradecer a chance de contar a história dessa mulher incrível… foi fenomenal gritar por todas nós, porque ela não pôde gritar”, falou Isis.

Confira abaixo a programação de domingo:

13/8 – Domingo

8h30: REPRISE do longa Ângela
SP / De Hugo Prata / 110’00”Local: Palácio dos Festivais

13h: MOSTRA DE CURTAS-METRAGENS GAÚCHOS / Local: Palácio dos Festivais

Filmes:

Restaurante – Caçapava do Sul – Minas do Camaquã / De Leonardo da Rosa / 07’43”

Nau – Porto Alegre / De Renata de Lélis / 12’01”

Eu tibano – Santa Cruz do Sul / De Diego Tafarel e Zé Corrêa / 18’34”

Combustão espontânea – Pelotas / De João Werlang e Pedro Bournoukian / 17’57”

Concorso internazionale – Gramado / De Bruno de Oliveira / 14’38”

Sabão líquido – RS / De Fernanda Reis e Gabriel Faccini / 20’55”

Meu nome é Leco – Porto Alegre / De Diana Mesquita e Marina Falkembach / 12’40”

Aurora – Pelotas / De Bruna Ueno / 02’14”

Centenário da minha bisa – Alvorada e Porto Alegre / De Cristyelen Ambrosio / 08’24”

Rasgão – Porto Alegre / De Victor Di Marco e Márcio Picoli / 10’31”

As ondas – Porto Alegre / De Leandro Engelke e Richard Tavares / 07’01”

18h MOSTRA COMPETITIVA – Local: Palácio dos Festivais

A última vez que ouvi Deus chorar – MG / De Marco Antônio Pereira / 18’01”

Camaco – MG / De Breno Alvarenga / 14’40”

Tia Virgínia – RJ / De Fábio Meira / 97’34”

22h30: CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO

Entrega do Troféu Assembleia Legislativa Mostra Gaúcha de Curtas

Local: Palácio dos Festivais,

Consulte a programação completa do festival aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *