Pico dos Marins: mistério do escoteiro vira podcast

Na manhã do dia 8 de junho de 1985, um mistério que até hoje permanece sem solução assolou a pequena cidade de Piquete, em São Paulo. Marco Aurélio Simon, um jovem de 15 anos, realizava com um pequeno grupo de escoteiros, liderado por Juan Bernabeu Céspedes, uma expedição ao cume do Pico dos Marins, uma das montanhas mais altas do estado e do Brasil. No meio do caminho, um dos rapazes afundou o pé em um lamaçal e precisou ser carregado até o ponto inicial da trilha. Entre inúmeras decisões duvidosas, o líder do grupo, e o único adulto entre eles, teria, então, autorizado Marco Aurélio a ir na frente direcionando os colegas, o que provocou o desaparecimento do rapaz.

O caso, que ganhou repercussão nacional e até hoje tem pairando sobre si uma nuvem de mistérios e inúmeras hipóteses para o que, afinal, teria acontecido com Marco Aurélio, é narrado com uma abordagem inédita dos fatos no podcast Pico dos Marins: o caso do escoteiro Marco Aurélio, que chegou ao catálogo do Globoplay e de todas as plataformas de áudio na sexta-feira, dia 4, com episódio duplo de estreia. A trama investigativa tem autoria e narração de Marcelo Mesquita e produção de Ivan Mizanzuk (Caso Evandro), além de contar com a participação da família do escoteiro, em especial o pai, Ivo Simon.

Apesar de ter ocorrido há 37 anos, a investigação policial segue aberta e o caso foi desarquivado em julho de 2021 com novos desdobramentos. De pessoas que afirmam ter visto Marco Aurélio recentemente até indícios de que ele teria sido enterrado no terreno de uma casa na zona rural, próximo ao local do desaparecimento – dando início a escavações pelas redondezas – muitas hipóteses são levantadas.

Pico dos Marins é um original Globoplay, com produção da Trovão Mídia. A temporada tem 10 episódios e será dividida em duas partes, sendo os seis episódios em novembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *