Gal Costa MPB

Morre, aos 77 anos, Gal Costa, um dos ícones da MPB

Na manhã de quarta-feira, dia 9 de novembro, a música popular brasileira (MPB) ficou de luto. Morreu, aos 77 anos, a cantora Gal Costa. Sua morte foi confirmada via assessoria de imprensa, mas a causa da morte é desconhecida.

Gal Costa era uma das atrações confirmadas do festival Primavera Sound, que acontece em São Paulo. Porém, sua participação foi cancelada de última hora. A justificativa da equipe foi que Gal precisava se recuperar após a retirada de um nódulo na fossa nasal direita. Em função da cirurgia, realizada em setembro, ela ficaria fora dos palcos até o final de novembro, seguindo recomendações médicas.

Vida e obra

Gal Costa nasceu Maria da Graça Costa Penna Burgos no dia 26 de setembro de 1945, em Salvador, na Bahia. Sua carreira musical sempre foi incentivada por sua mãe. Ela trabalhou como balconista de uma loja de discos até ser apresentada para Caetano Veloso no início dos anos 1960.

Foi a partir desse encontro que ela se aproximou, além de Caetano, de Maria Bethânia e Gilberto Gil. Gal Costa fez parte importante da Tropicália e fez, em 1971, um dos espetáculos de maior repercussão da história da MPB.

A carreira de Gal iniciou em 1965, ou seja, completou 57 anos cantando clássicos como Baby, Sorte, Um dia de Domingo, Aquarela do Brasil, Divino Maravilhoso e Chuva de Prata.

Gal Costa deixa o filho, Gabriel e uma grande contribuição para a música brasileira, vencendo, até mesmo um Grammy Latino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *