James Gunn agora é o chefe da DC

James Gunn e Peter Safran assumem o comando da DC nos cinemas

Os principais cargos da DC no cinema agora estão nas mãos de James Gunn e Peter Safran

Depois da chegada de David Zaslav ao comando da Warner Bros. Discovery, e o cancelamento de alguns projetos, o principal deles o filme da Batgirl, parece que o rumo da DC nos cinemas começa a entrar nos trilhos.

Nos últimos dias, as pautas positivas chegaram com tudo. A primeira foi a estreia e o sucesso nas bilheterias de Adão Negro. Em seguida, o anúncio de Henry Cavill, se garantindo como Superman. E agora, na terça-feira, dia 25 de outubro, veio uma confirmação ainda mais impactante. O cargo, ou melhor, os maiores cargos do DC Universe, agora estão ocupados por James Gunn e Peter Safran. 

O primeiro deles, dispensa apresentações. É o responsável por adaptar os Guardiões da Galáxia na Marvel Studios e entregar alguns dos melhores produtos da DC nos últimos anos: O Esquadrão Suicida e a série do Pacificador. No mundo nerd, é tido como um membro da comunidade. Um cara que conhece os quadrinhos, é bom cineasta e sabe muito bem usar a comunicação e as redes a seu favor. Já o segundo, Safran, é um homem de bastidores, responsável por franquias de terror ao lado de James Wan. De cara já dá pra dizer que Gunn ficará com a parte criativa e Safran com a parte burocrática e de negócios. Eles agora são os chefes da DC Studios. Tudo muito bem orquestrado em um fluxo de notícias desde sexta-feira, dia 21 de outubro, quando Walter Hamada deixou seu cargo na Warner/DC.

Conforme a Variety, agora Gunn e Safran detêm os títulos de co-presidentes e diretores executivos da DC Studios. Eles controlarão então a direção criativa e o arsenal de personagens dos quadrinhos da editora. Sob o guarda-chuvas deles, além do cinema, ainda teremos as séries de TV e animações.

Desafios

Desde o estrondoso sucesso da Marvel Studios com seu elaborado calendário de filmes (e agora séries e especiais), a Warner/DC sempre tentou replicar o formato para seus produtos e propriedades intelectuais. Com alguns sucessos e um ou outro tropeços mais expressivos, essa irregularidade nunca chegou a afetar a concorrência histórica entre Marvel e DC. A Marvel Studios segue surfando seu sucesso, que na grande maioria das vezes, alia boas críticas com excelentes resultados mercadológicos. O trabalho de James Gunn e Safran, portanto, será grande. 

A diferença agora é que Gunn sabe o caminho das pedras no quesito que a Warner Bros. Pictures mais pecou até então: o entrelaçamento de histórias e a coesão de seu universo compartilhado nas telonas. Gunn teve sua chance de ouro na Marvel, e mostrou com o passar do tempo que tem talento e conhecimento de sobra para isso. Além disso, sabe como a máquina funciona e pode trazer um importante know-how para o futuro dos personagens da DC no cinema. Eu diria com toda a certeza que a escolha foi uma das melhores possíveis.

Agora, só o futuro poderá confirmar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *