Comic-Con: o paraíso nerd em San Diego – parte 2

Depois de vencer a maratona da compra dos ingressos, chegou a hora de desfrutar a Comic-Con da melhor maneira. E para isso, acredite, é preciso estar preparado. Montar uma Bat-mochila de utilidades pode salvar a sua experiência.

Você venceu a compra de ingressos, entrou num avião, perdeu quase um dia inteiro de viagem e a calorosa San Diego lhe espera no auge do verão americano. Hora de aproveitar, portanto, prepare-se! A maior feira de quadrinhos e cinema do mundo é grande, muito grande. E por isso é bom ter foco. Ter só disposição e agilidade não basta. A segunda parte da maratona que é participar da Comic-Con é aquela que vai por à prova se você é um verdadeiro nerd ou apenas um simpatizante da causa. É agora que a feira vai testar a sua verdadeira resistência (física) e paciência (mas nem tanto). E se você não gosta de filas, talvez seu lugar não seja aqui. Sad but true! Na Comic-Con de San Diego tem fila pra tudo. Mas vamos lá, o negócio aqui é facilitar nossas vidas com algumas dicas:

1- Organização:

Ler e reler o guia oficial da Comic-Con é essencial. Embora gigante, ele ajuda muito. Além disso, baixar o app oficial da Comic-Con é uma boa. Nele você pode marcar as atividades de sua preferência e os estandes onde você vai encontrar aquele material exclusivo que só a maior feira de quadrinhos do mundo pode lhe oferecer. Os mapinhas distribuídos na feira também são itens de primeira necessidade.

2- Bat-mochila de utilidades:

Você está em um hotel oficial da feira? Ok, então você ainda vai percorrer alguns minutos de carro ou shuttle até o Convention Center, na bela marina de San Diego. Uma mochila é essencial, seja para colocar os milhões de brindes ou seus suprimentos básicos. A organização pode ser bem individual, e vai depender, é claro, do seu grau de participação ou envolvimento. Mas vamos supor que o negócio é aproveitar no nível hard e você vai acompanhar os maiores painéis do disputado “Hall H”. E aqui, quem já foi escoteiro tem a vantagem (eu tive \o/). Para encarar o metro quadrado mais disputado da Comic-Con é preciso ter com você um colchonete ou uma cadeira portátil de acampamento se não quiser estourar pernas e as costas. Exatamente. O sistema da Comic-Con até tem melhorado com os anos, mas ainda são indispensáveis horas na fila durante a madrugada. E aqui outra dica, siga o @HallHLine no twitter para saber os horários de abertura das filas dos painéis. E fique atento, os dias mais disputados dispensam até mais de 12 horas de antecedência!

DSC08760.JPG
Milhares de pessoas passam diariamente pelo Convention Center da Comic-Con. 

E como o negócio aqui vai ser encarar fila noite a dentro, tenha sempre baterias reservas pare celular e máquina fotográfica, além de um indispensável carregador portátil e aquele lanche salvador da pátria. Mas não se apavore. Todo esse esforço vale a pena quando você, por exemplo, vê o elenco de Esquadrão Suicida, o Stan Lee fazendo uma participação surpresa, ou te levam para ouvir a San Diego Symphony tocando os principais temas de Star Wars em um show quase que exclusivo e ainda te dão um sabre de luz (Sim, eu tive essa sorte!) ou ainda Han Solo tasca um beijão da na Princesa Leia!

DSC01075.JPG
Sorte da vida: tive a felicidade de registrar o beijo de Han Solo e Leia ao vivo

3- Hot N´ Cold

O sol do verão californiano é forte, e por isso, na mochila sempre tenha alguma(s) garrafa(s) d´água. Boné, óculos de sol e protetor solar são indispensáveis, assim como um casaquinho, porque de noite, naquelas horas a fio para encarar o Hall H vai ser bem importante. E se chover? Fique de olho na previsão, mas né, é verão.

DSC_0250
Bat-mochila com colchonete, casaco e comida é essencial na hora de encarar a fila do Hall H.

4- Sozinho ou acompanhado?

Aproveitar a feira sozinho pode ser bem útil quando você está se DEGLADIANDO por espaço no hall de exposições, por que tem muita gente lá e o pessoal as vezes não perdoa e atropela mesmo. O troço pode ficar pior se você tropeça em alguém com uma fantasia um pouco mais robusta (tem de tudo por lá). E não esqueça, você está nos Estados Unidos, a terra do bacon no café da manhã! Agora, ficar sozinho pode ser um problema na hora de entrar na fila de algum painel. Principalmente no Hall H e no Ballroom 20, que são os principais. Nessa hora ter alguém pra revezar o lugar na fila para descansar, ir no banheiro ou comer alguma coisa, com certeza vai salvar a sua vida. Em 2015 rolou até uma parceria com o pessoal do Omelete, o que rendeu a presença nos melhores painéis!

DSC_0217
Solidariedade Nerd: parceria com a galera do Omelete garantiu revezamento nas filas e a participação no Hall H. Da esq. para a dir.: Éderson (Dé), Robson (Eu), os Omeletes Carol Moreira e Érico Borgo, e a Débora. 

5- Marmita na bagagem?

Sim, sempre tenha algum tira gosto na Bat-mochila de utilidades. As horas passam rápido e nem sempre você vai querer parar ou sair do Convention Center, ou, principalmente, de uma fila para o Hall H. Aí é bom perder o pudor e levar sim a farofa e a galinha.

6- Dentro ou fora?

As atividades da Comic-Con não se resumem a painéis internos, aos grandes lançamentos e ao hall de exposições repletos de brinquedos, quadrinhos, camisetas, cosplayers, atores, diretores, artistas de toda espécie e todas aquelas coisas legais com a estampa da Marvel, DC ou de um grande estúdio de Hollywood. A cada ano o entorno do Convention Center cresce e invade a área mais movimentada de San Diego e principalmente a marina e o Gaslamp Quarter (falaremos mais dele nos próximos posts!). Guarde pelo menos um dia para aproveitar as atividades externas, que garantem experiências que vão desde curtir algum brinquedo de parque de diversões, distribuição de comes e bebes, aprender a fugir de zumbis, pular de uma tirolesa ou ter uma experiência 4D. Na maioria dos grandes espaços montados no entorno, além de fazer uma coisa bem legal você provavelmente ainda vai ganhar um brinde tão legal quanto.

DSC00855.JPG
Atividades fora do Convention Center garantiram até um passeio em queda livre!

Ficamos aqui com a parte 2 e espero ter ajudado! Encerrando a primeira parte da trilogia vou falar mais algumas curiosidades da Comic-Con, o paraíso nerd em San Diego. Depois disso, a parte 4 com o “Muito além do Convention Center”. Até mais!

Comic-Con: o paraíso nerd em San Diego – parte 1

Comic-Con: o paraíso nerd em San Diego – O turismo

0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *