Comic-con

Comic-Con: o paraíso nerd em San Diego – parte 1

Participar da Comic-Con é como vencer uma maratona. A Vigília Nerd esteve lá e dá algumas dicas de como chegar ao mais importante evento nerd do mundo.

Comic-Con de San Diego. Se você é fã de histórias em quadrinhos, séries de TV e cinema, com certeza você já ouviu falar dessa feira, que nada mais é do que o paraíso nerd na terra. É lá, no verão da Califórnia, que milhares de pessoas se reúnem com o único objetivo de celebrar seus personagens favoritos, e claro, saber em primeira mão quais são as novidades da área. O que começou como uma feira de amantes de histórias em quadrinhos, lá nos anos 70, agora se tornou o mais conhecido evento de cultura pop do mundo e também palco dos principais lançamentos do cinemão de super-heróis. No Brasil, a Comic-Con Experience, ou CCXP, também é uma boa amostra do que pode ser visto em San Diego. Organizado pelo pessoal do Omelete, a CCXP 2016 ocorre em dezembro, em São Paulo.

Comic_con_vigilia_nerd_2016_06_05_02
Milhares de pessoas de todo o mundo celebram a nerdice em San Diego

Este ano a Comic-Con 2016 acontece de 21 a 24 de julho. Faltando pouco mais de um mês, a Vigília Nerd alerta, se você pensa em ir, pense de novo. Os ingressos esgotam rápido, e para participar, você precisa estar “elegível” pelo próprio evento. Como? Em primeiro lugar faça o pedido no site oficial. E agora, deixe a agenda livre para julho de 2017. Exatamente, esse ano já não há mais como conseguir vaga.

As Badges – o início da maratona

Depois de feito o cadastro e o pedido de “elegibilidade”, não se empolgue, isso não garante nada. Na verdade, conseguir seu ingresso, ou melhor, suas badges, é só o início de uma maratona. É quase um milagre, e não estamos exagerando. Não é raro ver moradores da própria San Diego reclamando que há mais de dois anos tentam conseguir suas badges sem obter êxito. Em 2013, quando esse que vos escreve pensou em ir, teve que fazer o pedido de “eligibilidade” para tentar ir em 2014. Depois de alguns meses, recebi o “ok” e estava “apto” a participar da abertura das vendas de ingressos. Aliás, esse não é um sistema fixo. Lembram de Leonard, Sheldon, Raj e Howard tentando comprar pela internet em The Big Bang Theory? Pois é, aquele era o sistema antigo e por isso eles ficaram gastando o “F5” de seus PC’s. Feito o parêntese, esqueça, não é mais assim.

No atual sistema, somos avisados pela organização (por e-mail) – não deixe de marcar a opção de receber todos os e-mails dos organizadores quando fizer o cadastro – quando será aberta a venda. No dia da abertura, temos que entrar no link enviado e aguardar o horário onde um sistema randômico vai definir a nossa sorte. Nesse caso, há um dia e um determinado período de horas para adentrar ao sistema. Uma vez aberto, não ouse mexer no seu computador, reiniciar ou atualizar o navegador. Agora vem a parte tensa: você vai acompanhar um sistema te direcionar (ou não) para a sala de compras.

O sistema fica atualizando de tempo em tempo e avisando que as vendas já iniciaram. Sim, isso só serve para te deixar mais nervoso. Avisos de: “Ingressos para a Preview Night estão esgotados, mas não desista, ainda há três dias de Comic-Con para aproveitar”, aumentam a angústia e se você não for direcionado para a sala de compras, pode ser bem decepcionante. No nosso caso, estávamos entre três pessoas, cada um em sua casa, tentando comprar. Por acaso, só um de nós conseguiu (beijos Deb), e por acaso, ela podia comprar até três badges (Vitória!). Em 2014 não conseguimos participar dos dois principais dias. Mesmo assim, valeu muito a pena e nos deixou aptos a comprar os ingressos para 2015 antes da venda para o público geral.

Comic_con_vigilia_nerd_2016_06_05_04
Conseguir as badges, a maior vitória!  (Na foto, celebrando comigo, a Débora, minha namorada, e o Dé, meu irmão)

No próximo texto vamos falar um pouco mais da feira e dar algumas dicas de como sua experiência pode ser melhorada! #NãoPerca

Comic-Con: o paraíso nerd em San Diego parte 2

Comic-Con: o paraíso nerd em San Diego – O turismo

0 thoughts on “Comic-Con: o paraíso nerd em San Diego – parte 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *